Alentejo
.Europa

Novos Caminhos de Santiago no Alentejo em Portugal

Maior região do país passou a oferecer mais de 1.400 quilômetros de rotas sinalizadas que seguem para o destino espanhol

Localizado ao norte da Península Ibérica, Santiago de Compostela, na Espanha, é um dos mais emblemáticos destinos de peregrinação e turismo religioso, reconhecido no mundo inteiro. Todos os anos, os Caminhos de Santiago levam milhares de peregrinos a conhecerem paisagens magníficas, em trajetos cheios de fé, contato com a natureza e experiências enriquecedoras, desbravando diferentes lugares e países, como Portugal.

Dotado de um rico e centenário patrimônio religioso, o Alentejo possui uma forte ligação com a Ordem de Santiago, já que a região foi conquistada com o seu auxílio, e acaba de investir no lançamento de três novos percursos: o Caminho Central, o Caminho Nascente e o Caminho da Raia.

No total, são 1.400 quilômetros de trilhas completamente sinalizadas, seja de forma física ou digital, partindo da fronteira no extremo sul da região rumo ao norte. Os percursos exploram os mais belos panoramas, tradições e patrimônio da maior e mais autêntica região de Portugal. Pelo trajeto, que pode durar até 30 dias de caminhada, ainda estão espalhados pontos de apoio e para a obtenção da Credencial do Peregrino e carimbos.

A rota do Caminho Central tem 570 quilômetros de extensão e leva o peregrino a descobrir o lado oeste do Alentejo e suas encantadoras vilas. Com 19 etapas, o percurso tem início em Santa Cruz e segue por Almodôvar, que abriga o Convento da Nossa Senhora da Conceição, fundado em 1680, com seus altares de talha dourada. Em Castro Verde, a rota se divide em duas e dá a opção para aqueles que querem seguir ainda mais perto do litoral do Alentejo, passando por Ourique e Cercal. O caminho ainda compreende as cidades de Santiago de Cacém e Alcácer do Sal, sede santiaguista em Portugal e com rico patrimônio que remete ao tema.

Já o Caminho Nascente possui 400 quilômetros e 19 etapas. Tem início em Mesquita e segue para Mértola, uma vila peculiar que já foi uma cidade romana, mas também capital de um reino árabe. Sua antiga mesquita e atualmente Igreja Matriz de Mértola reúne as diferentes culturas em sua construção. Além disso, seu castelo já foi sede da Ordem de Santiago, no século 14, e vale uma visita. O percurso também visita as cidades de Beja, com sua Torre de Menagem de 40 metros de altura, Évora, a principal cidade do Alentejo que é um verdadeiro museu a céu aberto, Evoramonte e Estremoz.

Previsto para ser inaugurado em dezembro, o Caminho da Raia será um percurso de 310 quilômetros com orientação exclusivamente digital, que passará por icônicos destinos alentejanos localizados na fronteira com a Espanha. Com início em Mértola, o trajeto segue para Serpa, Moura e Mourão até chegar em Reguengos de Monsaraz, meca dos vinhos alentejanos, pois abriga diversas vinícolas. No topo de um monte, a vila de Monsaraz tem vistas impressionantes do Alqueva, maior lago artificial da Europa. O caminho ainda passa por Vila Viçosa, Elvas, Campo Maior, Portalegre, Marvão e Castelo de Vide.

Para mais informações, acesse http://www.caminhosdesantiagoalentejoribatejo.pt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.